segunda-feira, outubro 04, 2010

Comportamento do consumidor

Muito teoriza-se sobre os aspectos do comportamento do consumidor. Será que é possível teorizar sobre comportamento humano? Claro que, em regra, qualquer modelo baseia-se em estímulo-resposta e como que cada indivíduo direciona suas atitudes.
Se é verdade que cada indivíduo tem suas características, é bem verdade que cada um pode mudar suas perspectivas a todo momento. Fundamental então entender o quão influenciáveis são as pessoas por conta da cultura na qual vivem.
Vamos pensar... quantas vezes já mudamos de opinião? Quantas vezes já deixamos de decidir? Como uma empresa pode controlar esse tipo de especificidade?
Hoje é mais complexo ainda, tendo em vista que nosso relacionamento com o mundo é multi-facetado e diversificado. A empresa que estiver inserida neste contexto talvez tenha mais êxito?

Gosto desta fala de Philip Kotler, com relação a estratégia do Oceano Azul, instigando o espectador para sua leitura.

2 comentários:

Danilo disse...

Realmente, teorizar o comportamento humano não seria a palavra ideal, mas, podemos realmente muito aprender, tenho lido e visto que muitas vezes organizações estão desenvolvendo e gastando milhares de reais em fórmulas e ferramentas para o comportamento e muita das vezes esquecem de simplificar os fatos, são planos mirabolantes que muitas das vezes não surtem efeitos, acredito que precisamos deixar de pensar em humanos como máquinas e massa e trabalhar mais focado, o famoso one to one, pois, como você poderá conhecer o seu cliente sem saber suas necessidades.... Danilo Santos Peres

Preto disse...

FELIPE HENDREL 221352010
KELLY AP P DOS SANTOS 238652010
RONALD MUNIZ ANTONIO 232072010




1 – EM POUCAS PALAVRAS, DO QUE SE TRATA O ARTIGO ?

Trata-se de uma análise sobre o aumento da divulgação nas redes sociais com foco no facebook, com seus diferenciais e segmentos estratégicos e sua atual expansão.

2 – CITE 3 PONTOS QUE MAIS CHAMARAM SUA ATENÇÃO;

• Como as empresas segmentam e dividem o local de suas ações na web, mesmo já focando nas redes sociais, elas estão classificando onde agir com qual produto dentro de cada rede diferente.
• A migração dos usuários do Orkut para o Facebook é um reflexo do movimento das classes sociais. A classe C está mudando para classe B, levando seus interesses e amigos para o facebook.
• O peso desse crescimento se reflete na responsabilidade em fazer alguma ação nessas redes, sendo que estão cada vez maiores e mais influentes, um pequeno erro neste tipo de veículo torna-se facilmente algo desastroso.

3 – QUAL A CONCLUSÃO DO GRUPO SOBRE AS ESTRATEGIAS DAS EMPRESAS, BASEADAS NESTE ARTIGO;

Concluímos que é um atrativo imenso a mídia nas redes sociais e isso pode ser um risco pois como está em contínuo e rápido crescimento, cada vez ficam mais complexas e atrativas as estratégias de marketing.