sexta-feira, março 13, 2009

PRODUTO + EMPRESA = POSICIONAMENTO


Um produto de qualidade. O que é qualidade? É um produto bom, excelente, que supere ou atenda minimamente suas expectativas? Produtos de qualidade são uma premissa de mercado. É claro que existem cópias, piratas, mas não se sustentam. A tecnologia barateia o custo e o preço final dos produtos a cada dia. No futuro acredito que não haverá espaço para imitações e baixa qualidade.

A empresa, seus valores, identidade e reputação no mercado transfere para seus produtos a percepção de qualidade...

O preço posiciona um produto. Mas o consumidor quer pagar cada vez menos. Como um produto/serviço pode posicionar-se somente por preço?

6 comentários:

Jussara disse...

Ola boa tarde...

Estratégias de Mercado.

4 "P"

Empresa:BRASTEMP
Produto:MÁQUINAS DE LAVAR ROUPAS

Ponto de venda: Redes de hipermercados, lojas de eletrodomésticos e magazines.

Produto: Semelhante a outros do mesmo gênero, prático, um bem durável, designer e tecnologia avançados.

Preço: Tabelado, descontos, prazos de pagamento, valor agregado a marca, produto de demanda plena, está a venda em pleno vigor.

Promoção: Merchandisigner, ponto estratégico de exibição, propaganda que convencve o cliente.

ESTRATÉGIA
Ponto fraco - Preço

Método de comunicação, de modo que convença o cliente a adquirir um produto que traz o melhor custo beneficio, o produto não precisa baixar o preço, e sim os clientes precisam ser convencidos de que por esse preço está adquirindo o melhor produto.



Grupo:
Kelly Regina RA 923207
Jussara Pinhatar RA 880707
Wilson dos Anjos RA 955107
Elder RA 946807
Daniel
Antonia

Filipe M Santos disse...

Se levarmos em conta que uma grande massa consumidora ganha menos que R$ 2500,00 e que ao comprarem um determinado produto/serviço desejam aduirir qualidade juntamente com o preço que se encaixe ao seu orçamento,adquirem uma postura que forçam as empresas cada vez mais a se modernizarem e tornarem seus pordutos mais acessíveis, mesmo que esses estejam diretamente relacionados a marca. Mas como o consumidor ainda relaciona qualidade com preço, a questão é que o mesmo não pode ser vendido com preço muito acima da sua concorrência, pois senão acabará por inviabilizar a sua permanência no mercado, bem como a competitividade, tendo como base apenas preço e não associando á qualidade.
Enquanto isso não acontecer definitivamente, continuarão existindo essas "empresas oportunistas" que se aproveitam desta lacuna no mercado, criando por sua vez um mercado demasiadamente concorrido.
Porém, para que tudo isso aconteça teria que haver uma mudança drástica em outros segmentos como política e economia, fiscalização, entre outros, mas acredito que temos tudo para crescer com a conscientização do consumidor ao adquirir novos produtos, e na relação custo-benefício.

Filipe M Santos R.A.:795009 ADM Noite 1

Bruna Aredes RA 796209 disse...

Não tem possibilidades de um produto se posicionar no mercado apenas pelo seu preço. Se o produto é muito barato, o cliente desconfia, já que pode ser de qualidade inferior ou até mesmo péssima; se o preço é alto demais o cliente não compra ou porque não consegue pagar ou então porque acha que aquele preço não corresponde ao produto em questão.
O que se deve fazer para "colocar" preço em um produto é uma análise de mercado, ou seja, deve-se analisar primeiro os preços da concorrência se for entrar no mercado agora, ou então, deve-se ter um bom senso de custo-benefício, nem exagerar nem diminuir muito o preço.
O preço influencia bastante na compra do produto, mais o marketing feito sobre este, a credibilidade que a empresa que o produz tem no mercado, a procura, entre outros, também influenciam e muito na hora de comprar.

Samuel Pauletto disse...

O produto antes não tinha concorrentes, tinha produtos que eram únicos no mercado. Hoje tem a concorrência devido a várias opções de produtos.
Através da concorrencia as empresas tiveram que melhorar as qualidade e o preço dos produtos.
Hoje em dia os produtos tem que ter um bom posicionamento, embalagens chamativas, local estratégico e uma propaganda bem feita.
No momento das novelas, as pessoas estão ligadas na cena, quando passa a propaganda de um produto, o consumidor liga o produto ao artista.

Samuel Pauletto RA 976308 mkt - noite II

nanysp disse...

Existiram eras diferenciadas em relacão a produtos fabricados e comercializados por empresas,a fixacão e consolidacão de marcas e a era da empresa onde a intituicão é mais valorizada.Nos dias de hoje a industria se moderniza a cada dia através de pesquisas e o uso de novas tecnologias constantes aprimora e lanca cada vez mais produtos de alta qualidade a precos mais populares,pois o objetivo é atingir mais consumidores de poder aquisitivo variados,mas existem empresas que apostam no valor de sua instituicão ,lancando no mercado produtos com a qualidade ja conhecida pela marca,mas uma linha mais barata,proporcionando as vezes ate sem querer um monopolio de marcas onde com a aquisicão de outras empresas ela dispoe de varias marcas para tds as classes de consumidores com precos variados do mesmo produto com nomes diferentes e quem acaba ganhando de certo modo c isso é o consumidor pelo poder de escolha ,oq nao acontecia a uns anos atras pois existiam poucas marcas de produtos.

nanysp disse...

Existiram eras diferenciadas em relacão a produtos fabricados e comercializados por empresas,a fixacão e consolidacão de marcas e a era da empresa onde a intituicão é mais valorizada.Nos dias de hoje a industria se moderniza a cada dia através de pesquisas e o uso de novas tecnologias constantes aprimora e lanca cada vez mais produtos de alta qualidade a precos mais populares,pois o objetivo é atingir mais consumidores de poder aquisitivo variados,mas existem empresas que apostam no valor de sua instituicão ,lancando no mercado produtos com a qualidade ja conhecida pela marca,mas uma linha mais barata,proporcionando as vezes ate sem querer um monopolio de marcas onde com a aquisicão de outras empresas ela dispoe de varias marcas para tds as classes de consumidores com precos variados do mesmo produto com nomes diferentes e quem acaba ganhando de certo modo c isso é o consumidor pelo poder de escolha ,oq nao acontecia a uns anos atras pois existiam poucas marcas de produtos. Elaine Bueno ra 954108